domingo, 17 de março de 2013

Variação Linguística em música - Em sala de aula


Semana passada no 1o ano fizemos uma aula de Variação Linguística pelas músicas brasileiras. Veja e ouça algumas delas:
Variação Regional
Documento do Matuto - Luiz Gonzaga
Sol escaldante
A terra seca
E a sede de lascá
Sem ter jeito prá vivê
Com dez fío prá criá
Foi por isso seu moço
Que eu saí em busca
De outro lugar
E com lágrimas nos óio
Eu deixei meu torrão nata } bis
Eu vim procurar trabalho
Não foi riqueza que eu vim buscar
Peço a Deus vida e saúde
Prá família pudê sustentá
Seu moço o documento
Que eu tenho pra mostrá
São essas mão calejada
E a vontade de trabaiá

Morena Rosa - Os Serranos
 Olha o tranco da morena rosa
rebocada de ruge e batom
olha o tranco da morena rosa
rebocada de ruge e batom
machucando a vanera
à sua maneira
bombeando pro chão
machucando a vaneira
à sua maneira
bombeando pro chão.

Na penumbra do rancho costeiro
do rancho costeiro
polvadeira à meia costela
à meia costela. (BIS)

O gaiteiro entonado
floreava o teclado
e bombeava pra ela.

O gaiteiro entonado
floreava o teclado
e bombeava pra ela.

Olha o tranco da morena rosa
rebocada de ruge e batom
olha o tranco da morena rosa
rebocada de ruge e batom
machucando a vanera
à sua maneira
bombeando pro chão
machucando a vanera
à sua maneira

Português de Portugal - Fado Sagitario - Camané
Se foi Deus que quis assim
Nem tu sabes nem eu sei
Mas tenho-te presa a mim
Por tudo o que não te dei
Se eu te desse o que tu queres
Quem sabe se nesse dia
Depois de tu me prenderes
Eu nunca mais te prendia
E se me queres como sou
Não me queiras prisioneiro
Não te daria o que dou
Se me desse por inteiro
Só posso dar-te o que dou
Porque não me dou por inteiro
E por muito que te queixes
Só espero que tu entendas
Que prefiro que me deixes
A deixar que tu me prendas
Bem sei que é contradição
Eu pedir-te liberdade
Sabendo que a condição
É ficar preso à saudade

 Variação Histórica

Love Song - Legião Urbana
Pois naci nunca vi amor
E ouço d'el sempre falar.
Pero sei que me quer matar
Mais rogarei a mia senhor
Que me mostr' aquel matador
Ou que m'ampare d'el melhor.
Variação Social
Chopis Centis - Mamonas Assassinas
Eu 'di' um beijo nela
E chamei pra passear
A gente 'fomos' no shopping,
Pra 'mó de' a gente lanchar
Comi uns bichos estranhos,
Com um tal de gergelim
Até que tava gostoso,
Mas eu prefiro aipim
Quanta gente,
Quanta alegria,
A minha felicidade
É um crediário
Nas Casas Bahia
Quanta gente,
Quanta alegria,
A minha felicidade
É um crediário
Nas Casas Bahia
Paríba!
Joinha, joinha chupetão vamo lá
Chuchuzinho vamo embora
Onde é que entra hein?
Esse tal "Chópis Cêntis"
É muicho legalzinho,
Pra levar as namoradas
E dar uns rolêzinhos
Quando eu estou no trabalho,
Não vejo a hora de descer dos andaime
Pra pegar um cinema, do Schwarzenegger
"Tombém" o Van Daime.
Quanta gente,
Quanta alegria,
A minha felicidade
É um crediário
Nas Casas Bahia
Bem Forte, bem forte
Quanta gente,
Quanta alegria,
A minha felicidade
É um crediário
Nas Casas Bahia
A Gíria é a cultura do povo - Bezerra de Menezes
Toda hora tem gíria no asfalto e no morro
porque ela é a cultura do povo
Pisou na bola conversa fiada malandragem
Mala sem alça é o rodo, tá de sacanagem
Tá trincado é aquilo, se toca vacilão
Tá de bom tamanho, otário fanfarrão
Tremeu na base, coisa ruim não é mole não
Tá boiando de marola, é o terror alemão
Responsa catuca é o bonde, é cerol
Tô na bola corujão vão fechar seu paletó
"Toda hora tem gíria...
Se liga no papo, maluco, é o terror
Bota fé compadre, tá limpo, demorou
Sai voado, sente firmeza, tá tranquilo
Parei contigo, contexto, baranga, é aquilo
Tá ligado na fita, tá sarado
Deu bode, deu mole qualé, vacilou
Tô na área, tá de bob, tá bolado
Babou a parada, mulher de tromba, sujou
"Toda hora tem gíria...
Sangue bom tem conceito, malandro e o cara aí
Vê me erra boiola, boca de sirí
Pagou mico, fala sério, tô te filmando
É ruim hem! O bicho tá pegando
Não tem caô, papo reto, tá pegado
Tá no rango mané, tá aloprado
Caloteiro, carne de pescoço, "vagabau"
Tô legal de você sete-um, gbo, cara de pau

Nenhum comentário:

Postar um comentário